67 3326-0077

Periodontia

A Periodontia é a especialidade da Odontologia que previne e trata as doenças dos tecidos de proteção e sustentação dos dentes, ou seja, da gengiva, ossos e ligamentos que circundam os dentes. Dependendo da gravidade do problema periodontal, ele pode ser classificado como uma gengivite ou como uma periodontite.

 

Gengivite é a doença que se limita à gengiva, a qual inflama devido à presença da placa bacteriana que se forma ao redor dos dentes e na gengiva. É de fácil tratamento. Normalmente com uma visita ao dentista para profilaxia, uma correta escovação e uso do fio dental, a doença regride, uma vez que o osso e o tecido que sustentam os dentes não foram atingidos. Os principais sintomas são os sangramentos após a escovação e/ou uso do fio dental, e você ai perceber a gengiva levemente inchada e avermelhada.

 

Periodontite é o agravamento da gengivite, é a doença periodontal que atinge os tecidos de sustentação dos dentes. Nessa doença, o osso vai sendo reabsorvido devido à infecção. A gengiva “descola” dos dentes, formando a chamada bolsa periodontal. Nesse estágio, por se tratar de algo mais grave, consultar o dentista é importantíssimo, pois, se não tratada a tempo, a doença pode causar a perda dos dentes. Depois de tratada, escovar e usar o fio dental corretamente ajuda a prevenir essa doença e manter a saúde oral. A principal causa da doença periodontal é a placa bacteriana, que é o acúmulo de bactérias que se depositam sobre a superfície dos dentes e ao redor da gengiva que se forma quando não há uma higienização correta dos dentes.

 

Entretanto, existem outros fatores que podem causar a doença, tais como fumo, estresse, alguns medicamentos, mudanças hormonais como no caso das mulheres durante a gravidez, diabetes e outras doenças que afetam o sistema de defesa do organismo.

 

Os principais sintomas são:

  • Mau hálito constante ou gosto ruim na boca.
  • Sangramento ao escovar os dentes e/ou ao pássaro fio dental.
  • Gengivas vermelhas e/ou inchadas.
  • Dentes amolecendo ou mudando de posição.

 

Inicialmente o tratamento deverá ser feito pelo dentista. No caso da gengivite, uma profilaxia (limpeza) e posterior escovação adequada, além do uso de fio dental, é claro, fazem a doença regredir. No caso da periodontite, deverá ser feito um tratamento mais profundo como a raspagem e, em alguns casos, dependendo da gravidade, poderá ser necessário tratamento cirúrgico.

 

Deverá haver um controle rigoroso, tanto pelo dentista quanto pelo paciente, através da escovação e uso do fio dental.

 

Prevenir a doença periodontal é muito fácil. Basta ter uma escovação efetiva e regular, e usar diariamente o fio dental. É importante saber qual é a melhor técnica de escovação, pois uma escovação inadequada pode deixar focos com placa bacteriana, orientaremos você com relação à técnica correta para sua escovação, que tem indicação precisa para cada caso, como em crianças menores, adolescentes que estão na fase de troca dos dentes, ou para portadores de próteses.

 

As visitas regulares ao dentista ajudarão a prevenir essas e outras doenças da boca.

 

Se durante o uso do fio dental minha gengiva sangrar, devo continuar usando?

Primeiro verifique se você está usando o fio de forma correta. Se sim, esse está alertando sobre a presença de bactérias na região. É fundamental que você continue usando o fio na tentativa de removê-las e nos procure para uma avaliação.

 

Após o tratamento, devo retornar ao dentista?

Sim. Há a necessidade de retornos periódicos para um tratamento de manutenção. Cada paciente tem uma necessidade específica de retorno. Iremos avaliar o seu caso e daremos orientação adequada.